Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

|7| a efemeridade do fogo e as nossas necessidades

O fogo, tão destrutivo, com o qual é impossível estabelecer uma relação intrínseca, consegue mesmo assim ser muito belo. De facto afeiçoamo-nos a ele com simplicidade, numa, mais uma, relação de amor e de ódio muito humana, o período que vivemos é disso prova… os momentos que se seguem são irrepetíveis, de equilíbrio…

 

  

  

  

 

publicado por carlos palmeiro às 08:52
| comentar | ver comentários (9)

arquivo

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

postes recentes

|7| a efemeridade do fogo...

tags

todas as tags

RSS